Porto (Portugal): Projecto Es.Col.A brutalmente despejado pela polícia

O projecto Es.Col.A, Espaço Colectivo Autogestionado do Alto da Fontinha, no Porto, foi esta manhã brutalmente despejado pela polícia. A polícia encapuçada arrombou o gradeamento, derrubou o mastro e entrou na antiga escola primária. O bairro foi cercado pela polícia, com pelo menos 10 carrinhas policiais e outros tantos carros da PSP.

Com forte aparato policial e elevado apoio da população local, há relatos de várias agressões por parte da polícia aos resistentes pacíficos, dentro e fora do edifício. Há pelo menos uma pessoa ferida e duas detidas.

[Read More]

Lisboa precisa de espaços autónomos

A gentrificação e a especulação imobiliária, levando ao aumento das rendas, constituem uma das principais ameaças a projectos emancipatórios que constroem alternativas ao capitalismo. A cidade de Lisboa é vítima destes processos, preenchendo-se cada vez mais com escritórios, bancos, sedes de grandes empresas e condomínios privados. Nos antípodas da cidade estéril e corporativa que os especuladores promovem encontram-se os espaços autónomos. Recentemente, Lisboa foi privada de vários espaços autónomos, tais como o Grémio Lisbonense, a Crew Hassan ou o Centro Social do GAIA na Mouraria. O despejo ou encerramento destes espaços constituem um ataque não só a quem desenvolve projectos nestes espaços, mas a também a todo o movimento social e cultural da cidade. [Read More]