Atenas (Grécia): Mais de 10.000 manifestantes em defesa das Ocupas

2013-01-12_Athenes_manif_pro_squats

Uma das maiores manifestações do espaço anarquista/anti-autoritário teve lugar hoje, 12 de Janeiro, no centro de Atenas.

As pessoas começaram a reunir-se na Propileos a partir do meio dia tendo-se iniciado a marcha pouco antes das 14.00, em direcção aos tribunais de Evelpidon, onde se apresentavam  perante as autoridades judiciais os/as 92 compas detidos/as após a reocupação de Villa Amalias.

Respondendo à convocatória, estima-se que mais de 10.000 pessoas participaram nesta marcha, na sua maioria do espectro anarquista/anti-autoritário mas também de organizações de esquerda.

O aparato policial era por sua vez enorme, com muitíssimos esquadrões de anti-motins localizados por todo o centro da cidade, para além de forças motorizadas e um helicóptero de vigilância. A partir do cruzamento das ruas Panepistimiou e Patision a bófia que, até aí, seguia a manif pela rua paralela, passou a escoltar as pessoas por ambos os lados. Existiram vários momentos de tensão e, inclusive, uso de gases químicos em duas ocasiões, mas nada mais.

Uma vez na proximidade dos tribunais, os/as manifestantes permaneceram ali mais de meia hora demonstrando o seu apoio aos/às compas processados/as e, de seguida, a manif retomou a marcha em direcção a Exarchia, onde finalmente se dispersaram os blocos dos vários colectivos (mais fotos).

Por outro lado, em relação ao processo dos/as compas, sabe-se que todos/as os/as 92 compas foram postos em liberdade condicional sem fiança, antes das 23:00, tendo cerca de 250 solidários/as estado concentrados/as frente aos tribunais até que os/as últimos detidos/as saíssem em liberdade. No entanto,aqueles/as terão de se apresentar uma vez por mês na esquadra da polícia mais próxima do seu lugar de residência e foi-lhes imposto, ainda, a restrição de mobilidade ao território nacional.

Contra Info