Espanha: Comunicado do CSO Kike Mur

Desde o CSO Kike Mur [Centro Social Okupado] queremos mostrar nossa maneira de ver os fatos que ocorreram durante esta semana após a prisão do companheiro antifascista.

O Kile Mur é um espaço autogerido de maneira assembleária e horizontal, aberto a qualquer pessoa, com base no respeito. Ele serve como ponto de encontro para diversos movimentos sociais. É por isso que a implicação popular foi tão forte.

Em primeiro lugar, queremos agradecer a todos os vizinhos do bairro de Torrero por sua resposta à ameaça fascista que ocorreu no sábado na Praça da Memoria Histórica. Seu apoio e rejeição ao fascismo é uma demonstração de que o CSO é um lugar que é aceito e amado pela vizinhança do bairro. Agradecemos também a todas as pessoas que vieram de diferentes cidades para nos apoiar, e todos aqueles que, embora não pudessem vir, mostraram sua solidariedade à distância.

Mostramos a nossa rejeição ao tratamento recebido desde os meios de comunicação. Neste caso e em outros casos semelhantes, a presunção de inocência é ignorada, a informação é publicada sem contrastar os dados, sem relatório policial e sem informes, evitando qualquer tipo de rigor e ética jornalística. Não é apenas uma pessoa julgada e sentenciada, mas todo um movimento social como o antifascismo e o movimento okupa, dando uma visão totalmente distorcida da realidade. [Read More]

Zaragoza (Espanha): Squat Centro Social Kike Mur, Manifestação em Apoio aos detidos “Os 11 do Telhado”

Em 12 de Setembro acontecera en Zaragoza o julgamento contra xs compalheirxs conlhecidos como “Xs 11 do tellado”, que foram11 perssoas que no dia do desaloxo do CSO Kike Mur, resistiram no  telha ate que a policía subiu para tira-los. Na rúa a violencia policial continuou  com os  visinhxs indefensxs que esixían que o espazo não fosse desalojado. O desalojo consumouse, porem tres días despois, o bairro de Torrero dava uma resposta brilhante  e unitaria, todo mundo saíu á rua para mostrar  o seu descontetamento com o desalojo do espaço, no antigo edificio do cárcere de Torrero, e que levava o nome de um  histórico preso alí falecido. Após a  manifestacão, xs companlheirxs, sentíndose fortes, voltaram a okupar o espaço (apessar de trancarem bem as entradas) e a policía, foi abordada pela maioría dos visinhos solidarixs e resistentes, estes não tiveram outra opcão se não evacuar o local. O CSO Kike Mur retomava o seu caminho. [Read More]