Rio de Janeiro (Brasil): Forças Armadas removem famílias na Favela Maracajás

Na terça-feira, 13 de novembro, a Aeronáutica, a Polícia Militar Estadual e a Guarda Municipal trabalharam em conjunto para remover seis famílias da comunidade de Maracajás, na Ilha do Governador, próximo ao Aeroporto Internacional do Rio, na Zona Norte.

A remoção ocorreu, aproximadamente, um ano depois que a comunidade enfrentou sua primeira grande ameaça de remoção, o que deixou os moradores em um estado de medo constante. [Read More]

Duartina (SP-Brasil): Camponeses ocupam fazenda

Cerca de 220 camponeses sob a direção da União Nacional Camponesa (UNC) ocuparam a Fazenda Esmeralda em Duartina, município de São Paulo no dia 20 de novembro. Segundo o monopólio de imprensa, os camponeses reivindicam a desapropriação da Fazenda Esmeralda e de outra área, a Fazenda Santo Antônio em Bauru.

[Read More]

Buenos Aires (Argentina): Ocupação da Villa Urquiza resiste!

Espaço comunitário gerido por assembleia autônoma do bairro Villa Urquiza, em Buenos Aires, recebe notificação de despejo na tarde de quinta-feira (22). A intimação estipula o prazo de dez dias para que a comunidade entregue o espaço, sob ameaças de responsabilização penal.

A “Asamblea de Vecinxs Autoconvocadxs de Villa Urquiza”, organismo gestor do espaço, convoca luta contra ameaça de despejo do espaço comunitário. Ocupado pela comunidade há 16 anos, o espaço autogestionado oferece atividades políticas e culturais para a vizinhança.

[Read More]

Rio de Janeiro (Brasil): Policiais invadem encontro indígena na Aldeia Maracanã

No último dia 19/11, um grupo de três policiais à paisana (“P2”), armados, foi identificado na Aldeia Maracanã. Antes de serem visto com as armas, o trio já havia levantado suspeitas, sendo flagrado tirando fotos sem autorização e interrogando de forma ameaçadora um grupo de universitários. A invasão policial ocorreu no penúltimo dia do Coirem 2018 – Congresso de Intercultural de Resistência Maraka’nà, evento dedicado a denunciar a violência de Estado sofrida pelos povos tradicionais no Brasil e no mundo.

[Read More]

Porto Alegre (RS-Brasil): Polícia invade Quilombo Lemos e ameaça moradores

Na manhã desta quarta-feira (07 de novembro) policiais da Brigada Militar fortemente armados invadiram o território do Quilombo Lemos em Porto Alegre e ameaçam os moradores do local. O quilombo é localizado na Avenida Padre Cacique número 1250 e é ocupado desde os anos 60.

A pedido do Asilo Padre Cacique policiais da Brigada Militares, mascarados, entraram no terreno ameaçando moradores e exigindo a saída das famílias que moram no local há 50 anos. Os policiais chegaram a cortar a água e a luz dos quilombolas. Estes resistiram e conseguiram a suspensão da operação, devido ao não cumprimento do protocolo de reintegração de posse e irregularidades no processo.

[Read More]

Almada (Portugal): O Centro de Cultura Libertária precisa do teu apoio!

O Centro de Cultura Libertária, associação anarquista com 44 anos de actividade em Cacilhas-Almada, encontra-se novamente ameaçado. A contínua pressão do negócio imobiliário, a alteração da lei das rendas e a gentrificação que impõem a saída de moradores dos lugares centrais das cidades, a destruição de espaços sem fins lucrativos ou o encerramento das lojas de bairro, atingem agora também o CCL.

O que se passa?
Não é a primeira vez que a permanência do CCL na sua sede histórica é posta em causa.
Entre 2009 e 2011 o Centro de Cultura Libertária resistiu contra um processo de despejo movido pelo senhorio. Apenas a solidariedade de muitos colectivos e indivíduos aqui e além fronteiras nos permitiu fazer frente aos custos do processo judicial, que acarretou dois julgamentos e um recurso. No final, chegámos a um acordo de aumento de renda que nos permitiu continuar no espaço sem alterações na duração do contrato.
No entanto, em 2014, fruto das mudanças na lei das rendas a favor dos interesses dos proprietários, a duração do contrato do CCL passou para um prazo de cinco anos. Chegamos agora, no final de 2018, à altura em que, tal como vem acontecendo a milhares de inquilinos, a continuação do arrendamento do nosso espaço ficará à mercê da vontade do proprietário e das condições que este nos quiser impor. [Read More]

Catalão (GO-Brasil): Estudantes ocupam reitoria da UFG por moradia

Estudantes de Catalão ocuparam, nesta quarta-feira, a reitoria da UFG, no Campus Samambaia, e prometem só desocupar com o início das obras para a Casa do Estudante na UFCAT. A reitoria ainda não autorizou os trabalhadores a deixarem o prédio.

Segundo os estudantes, a UFG teria prometido destinar as verbas de 2018 para a construção da CEU no Campus de Catalão em detrimento das verbas de 2017, que seriam usadas para outros fins. Isso tudo quando a UFCAT ainda era uma regional da UFG. Os estudantes afirmam ainda que a regional sempre foi negligenciada em questão de verbas para construção, por se tratar de um Campus “do interior”.

[Read More]

Belo Horizonte (MG-Brasil): Encontro e debate em solidariedade aos 23 na Kasa Invisível

Respondendo ao chamado global de solidariedade e luta o dia 14 de Agosto será o Dia Internacional de Apoio axs 23 ativistas condenadxs no Rio de Janeiro, em defesa do direito de manifestação e por todas e todos que lutam.

Em julho desse ano 23 ativistas foram consideradxs criminosos injustamente pelo Juiz Flávia Itabaiana do TJ-RJ pela participação nos protestos de junho de 2013 e contra Copa do Mundo da FIFA em 2014. Seus crimes? Denunciar e lutar contra o Estado e o capitalismo!

Em solidariedade a Kasa Invisível promoverá a exibição do filme “Operações de Garantia da Lei e da Ordem” de Júlia Murat, onde são apresentadas a relação entra a mídia e as manifestações que ocorreram no Brasil no período entre junho de 2013 e julho de 2014. Em seguida ocorrerá um debate sobre o filme e sua nítida relação com a condenação dxs ativistas

[Read More]

Chamado Global de Solidariedade e Luta em Apoio aos 23 condenados da Copa do Mundo no Brasil

14 de Agosto, dia internacional de apoio aos 23 ativistas condenados no Rio de Janeiro, em defesa do direito de manifestação, por todas e todos que lutam

Convocamos todos os movimentos sociais, organizações populares e revolucionarias, sindicatos , movimentos estudantis, grupos de defesa dos direitos humanos, intelectuais progressistas e demais setores da sociedade civil para organizarem ações simultâneas nesse grande dia de solidariedade e luta, contra a criminalização dos movimentos sociais e em defesa do direito de manifestação.

[Read More]

São Paulo (SP-Brasil): Chamado para uma Feira de Materiais Independentes


[Read More]