São Paulo (SP-Brasil): Chamado para uma Feira de Materiais Independentes


[Read More]

Brasil: Incêndios e criminalização, ofensiva contra a luta por habitação

Depois de 8 anos de política de “pacificação policial” a Ocupação Chiquinha Gonzaga hoje é criminalizada por suspeita de narcotráfico em seu espaço.

No último 1º de Maio, dia de memória da classe trabalhadora, enquanto diversos setores da sociedade faziam suas atividades para lembrar a data, muitas pessoas foram surpreendidas com o incêndio da ocupação do edifício Wilton Paes de Almeida, no Largo do Paissandu, em São Paulo. O fogo se espalhou e provocou o desabamento do prédio. Em torno de 150 famílias, ou 400 pessoas, viviam ali. O Corpo de Bombeiros confirmou quatro mortes, incluindo a de uma criança, ao menos 7 desaparecidos e 44 nomes de pessoas não localizadas, que estavam no cadastro da ocupação[1]. Até hoje, moradores estão sem solução e sem reassentamento.

[Read More]

São Paulo (SP-Brasil): Nota dos movimentos populares sobre a tragédia na ocupação do Largo Paissandú

Na madrugada do dia 1° de maio, um prédio ocupado por cerca de 150 famílias sem tetos no Largo Paissandú foi totalmente destruído por um incêndio cuja origem ainda não foi determinada. Até o dia de hoje, ao menos dois corpos de vítimas foram encontrados pelos bombeiros nos escombros do prédio enquanto várias pessoas que moravam na ocupação continuam desaparecidas. Segue a nota publicada por um conjunto de movimentos populares de São Paulo sobre o ocorrido:

[Read More]

São Paulo (Brasil): Moradores tentam resistir à remoção no Parque Bristol

A ocupação de sem-teto situada entre as ruas Farid Miguel Haddad e Giácomo Cozzarelli, na região do Parque Bristol, na Zona Sul de São Paulo, foi removida esta manhã (dia 24 de outubro) pela Polícia Militar. Xs moradorxs, que já tinham sido avisadxs da reintegração de posse, tentaram resisistir até o final e atearam fogo em alguns pontos do bairro para impedir a entrada de Oficiais de Justiça e da PM.

[Read More]

São Paulo (Brasil): 120 famílias são desalojadas na Zona Leste

Na última terça-feira, dia 03 de outubro, 120 famílias foram desalojadas de um terreno ocupado há cerca de três anos – batizado Ocupação Leopoldina – na estrada do Iguatemi, na região do Itaquera, Zona Leste de São Paulo. Xs ocupantes tentaram resistir à reintegração de posse. Elxs utilizaram um ônibus para interditar a Avenida Ragueb Chohfi e fizeram barricadas de fogo na estrada do Iguatemi e nas ruas que dão acesso à comunidade.

[Read More]

São Paulo (Brasil): Guaranis ocupam Parque Estadual e desligam antenas para defender suas terras

A partir da madrugada da quarta-feira 13 de setembro, índios guarani ocuparam o Parque Estadual do Jaraguá, na zona noroeste de São Paulo, contra a Portaria 683 do Ministério da Justiça, que prevê anular parte da demarcação da terra indígena (TI) do Jaraguá, também situada na zona norte da capital paulista.

Na sexta-feira, o grupo indígena desligou antenas que transmitem sinais de telefonia celular e televisão do Pico no Jaraguá, ponto mais alto de São Paulo. São três equipamentos de antenas de transmissão. Uma que transmite sinais de celular e TV, e outras duas utilizadas pelo Exército e pela Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM).

[Read More]

São Paulo (Brasil): Ocupação Mauá ameaçada de despejo

Localizada há mais de 10 anos na região da Luz, centro de São Paulo, a Ocupação Mauá está na linha de frente do projeto higienista do Prefeito João Dória.

A reintegração de posse da Ocupação está marcada para o dia 22/10, todo apoio é necessário!

[Read More]

São Bernardo do Campo (SP-Brasil): Milhares ocupam um terreno e resistem a ordem de despejo

No início deste mês, cerca de 500 pessoas ocuparam um terreno privado em São Bernardo do Campo, no ABC paulista, com o apoio do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem-Tetos). A área, que fica no bairro Planato, estava abandonada há mais de 40 anos. Depois de 11 dias no terreno, a ocupação já conta esta semana com cerca de 6 mil moradores e moradoras.

[Read More]

São Paulo (Brasil): Chamado de solidariedade com a comunidade autogerida pelo povo de rua

A okupa do viaduto Alcântara Machado, situado no Brás, em São Paulo, soma quatro anos de luta na contramão do sistema. 

Entre prédios, empreendimentos, ações policiais e perseguições jurídicas, rapa e violência institucional ,o povo de rua daquela região resiste cotidianamente sem auxílio de nenhum dos governos. Nem Kassab, nem Haddad, nem Dória conseguiram de bater de frente.

[Read More]

São Paulo (Brasil): Dezenas de prédios são ocupados na luta pela moradia e em solidariedade ao movimento contra a PEC 241

No último domingo à noite, uma dezena de prédios foram ocupados em São Paulo numa ação coordenada pelos movimentos sem-teto, dos quais participam a FLM (Frente de Luta por Moradia) e o MMPT (Movimento de Moradia Para Todos).

Além da luta pela moradia, essa ação conjunta foi realizada em solidariedade ao atual movimento contra a política de austeridade do governo Temer. Atualmente, são mais de 1200 escolas e uma centena de universidades que estão ocupadas contra a PEC 241, projeto de emenda constitucional que prevê congelar os investimentos em saúde e educação nos próximos vinte anos.

[Read More]