Jaqueira (PE-Brasil) : Camponeses bloqueiam rodovia contra desapropriação de terras

A manifestação dos quase 300 camponeses das comunidades de Fervedouro, Barro Branco, Laranjeira, Caixa d’Água e Várzea Velha, do município de Jaqueira, na Zona da Mata Sul de Pernambuco, foi realizada na manhã 27 de maio, na rodovia PE-126 e teve por objetivo exigir a desapropriação da terra da Usina Frei Caneca, já desativada. O protesto teve apoio da Comissão Pastoral da Terra (CPT), do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais do município e do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras na Agricultura Familiar (Sintraf).

[Read More]

Porto Alegre (RS-Brasil): Ocupação Baronesa resiste!

A okupa Baronesa tem resistido às pressões da prefeitura e da brigada militar há cerca de três meses. Hoje, das 10 famílias que inicialmente ocuparam o imóvel abandonado pela prefeitura na esquina da rua 17 de Junho com a Baronesa do Gravataí, 3 resistem ao desalojo e fixaram seu acampamento na calçada, em frente à okupa. A reintegração de posse ocorreu no dia 7 de junho, uma sexta-feira.

Desde o dia 18 de março, 20 adultos e 17 crianças ocuparam o prédio e promoveram melhorias no espaço do imóvel, acabaram com infestação de ratos e com focos de mosquito da dengue além de trazerem paz e sossego para a vizinhança. Os seis sobrados que compõe o espaço ocupado, antes das famílias chegarem, eram utilizados como ponto de encontro de usuários de drogas e como depósito de objetos furtados. [Read More]

Manaus  (Brasil) : Reocupação de terreno após tentativa de remoção

Na zona oeste de Manaus, no bairro Tarumã, a Polícia militar, apoiada pela Ronda Ostensiva  Cândido Mariano (Rocam), Força Tática e Cavalaria, iniciou uma operação de remoção contra mais de 600 famílias que ocupam um terreno há mais de três meses. A comunidade, que inclui 14 famílias indígenas, havia ocupado esta área – parcialmente desmatada e devastada pelo garimpo – por necessidade de moradia e com o intuito de preservar as nascentes de igarapés que existem na área. « Nós precisamos de moradia digna e portanto nós precisamos desta terra », afirma Elizete, integrante da comunidade.

[Read More]

São Paulo (Brasil): Ocupação 9 de julho ameaçada de despejo

Carta aberta do MSTC sobre o risco de despejo da Ocupação 9 de julho:

O Movimento Sem Teto do Centro (MSTC) ocupa um prédio localizado na Avenida 9 de Julho, que pertencia anteriormente ao Instituto Nacional do Seguro Social- instituição do Governo Federal. O prédio ocupado trata-se de um símbolo de luta pelo direito à cidade no centro de São Paulo, pois é conhecida a trajetória de movimentos sem-teto para transformação deste prédio em moradia social, tendo a primeira ocupação dele ocorrido em 02 de novembro de 1997, com fundamento na Constituição de 1988, que garante o direito à moradia e a função social urbana.

[Read More]

Itaberaba (BA-Brasil ) : 120 famílias sem-terra reocupam fazenda

 

Na madrugada dessa segunda, dia 13 de maio, o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) reocupou a fazenda Santa Maria, conhecida como Bom Jardim, localizada na zona rural de Itaberaba na Chapada Diamantina.
Cerca de 120 famílias reocuparam pela sexta vez a fazenda, que outrora tinha sido instrumento do agronegócio na criação de gado e que se encontra desativada. A fazenda vinha sofrendo desmatamento e caça ilegal. Uma queixa foi prestada no IBAMA anos atrás, mas até o presente momento nada foi feito a respeito.

[Read More]

Rio de Janeiro (Brasil): Revolta no Complexo do Alemão após ação da PM matar professor

Moradores do Complexo de Favelas do Alemão, zona norte do , protestaram na tarde desta terça-feira (14) após uma ação da Polícia Militar (PM) assassinar Jean Rodrigo Aldrovande, professor de jiu-jitsu que dava aulas em um projeto social na região.

Jean era mestre na escola Maneco Team e funcionário contratado pelo Ministério do Esporte. Segundo relatos, o professor, que seguia uma dieta firme e estava focado nos treinos, caminhava em direção a escola de artes marciais onde trabalhava, quando a polícia entrou atirando na localidade conhecida como Canitar. O esportista foi atingido na cabeça e morreu na hora.

[Read More]

São Gonçalo (RJ-Brasil): Moradores fecham rodovia com barricadas contra violência policial

A Rodovia Amaral Peixoto (RJ-106) foi fechada entre a manhã e a tarde desta segunda-feira (13), na altura do km 07 no bairro de Rio do Ouro em , região metropolitana do Rio. O bloqueio ocorreu em contra uma operação do Batalhão de Choque da PM, que deixou pelo menos um morto e dois feridos na da Linha. Os manifestantes ergueram uma barricada em chamas para interromper o trânsito.

Vídeos circulam em redes sociais com registros da manifestação. “Esse governo merda do Bolsonaro! Esse filho da puta tá matando pai de família!” se indigna uma mulher, durante uma das gravações.

[Read More]

Belo Horizonte (Brasil): Nasce uma nova ocupação na avenida Amazonas

A população em situação de rua em Belo Horizonte, organizada pelo Movimento Nacional da População de Rua, diante da grave necessidade de garantir o direito fundamental de moradia digna, ocupa desde o último sábado um dos casarões abandonados na Avenida Amazonas. 

Em Belo Horizonte, são quase 7 mil pessoas em situação de rua, e não há programa habitacional ou mesmo abrigos que atendam essa demanda. E por outro lado, há na cidade muitos imóveis abandonados, que não cumprem nenhuma função social como determina a constituição federal.

[Read More]

São Paulo (Brasil): Moradores de rua se revoltam contra violência de seguranças do metrô

Seguranças do de agrediram um pedinte de rua na estação da Sé e deram início a um tumulto com outros moradores da rua e passageiros, na tarde desta sexta feira (26).

“Eles jogaram as coisas dele para fora e o empurraram na escada rolante. Quando ele tentou voltar, tomou uma cacetada no rosto de um dos guardas”, relatou o advogado Alan Eder, que gravou a cena com o celular. Na filmagem, o homem aparece com o rosto ensanguentado enquanto é socorrido por alguns usuários do metrô. A poucos metros, alguns guardas lançavam intimidações.

[Read More]

Tuntum (MA-Brasil): Terra retomada há um ano atrás pelo povo Krenyê é regularizada pela FUNAI

O povo Krenyê recebeu nesta quarta-feira (27), das mãos do presidente da Fundação nacional do Índio (Funai), Franklimberg de Freitas, a escritura da Fazenda Vão Chapéu, que passa a se chamar Reserva Indígena Krenyê; criada em junho de 2018, contando com 8,35 mil hectares e localizada no município de Tuntum, no Maranhão. Os indígenas aguardaram pelo dia de hoje durante longos 15 anos e, para as lideranças Krenyê, só aconteceu porque houve mobilização do povo e seus aliados, caso da Teia dos Povos e Comunidades Tradicionais.

Há um ano atrás, no dia 23 de fevereiro de 2018, os Krenyê realizaram uma retomada da Fazenda Vão Chapéu para pressionar a Funai a pagar a indenização e entregar a escritura ao povo. “A Funai fez um compromisso e não cumpriu, se a gente tivesse esperando a gente teria morrido. Nós não precisamos de cesta básica. A gente precisa da terra. Esse pensamento de ocupar é porque a gente não suporta mais”, protestou na ocasião o cacique Cwujkaa Krenyê.

[Read More]