Barcelona (Espanha): Manifesto do Ateneu l’Entrebanc.

http://pt.squat.net/wp-content/uploads/pt/2014/09/lentrebanc43-680x36510.jpgEm Barcelona continua a okupação de antigas dependências bancárias e a sua transformação em Centros Sociais e em Ateneus, profundamente ligados à vida dos bairros. Neste momento são já oito os bancos transformados em espaços alternativos e é um movimento que tem tudo para continuar. Para dar um pouco do ambiente que se vive em Barcelona traduzimos o Manifesto de um destes espaços alternativos  – o Ateneu l’Entrebanc. Para quando experiências destas a germinarem nas principais cidades portuguesas?

[Read More]

Dortmund (Alemanha): Resumo da Luta em Prol do Centro Social okupado Avanti

Avanti1

Na noite de sexta-feira, ativistas ocuparam a antiga igreja St. Albertus Magnus em Dortmund, que estava sem uso por mais de 7 anos. Apenas alguns minutos após a ocupação o publico em geral já estava ciente e cerca de pessoas chegaram à região e realizarão um encontro em frente à igreja, em solidariedade com o projeto e os okupas. É claro, não demorou muito para que os policiais também chegassem até o local, mas eles não tentaram invadir o prédio somente controlarão as pessoas que estavam fora. No dia seguinte, um sacerdote encarregado dos assuntos da igreja falou com os okupas e afirmou que iria tolerar a ocupação por uma semana. Imediatamente ativistas começaram a formar grupos de trabalho, tentando reformar o prédio para estabelecer um centro social. [Read More]

Kharkiv (Ucrânia): Neonazistas e Forças Policiais Atacam Okupação

2014-09_Kharkiv_harkvskvot

Ucrânia e Grécia, uma coalizão: Nazistas e polícia!

No domingo (31/08/2014) à noite um bando de neonazistas atacaram o Centro Social Cultural Okupado “Автономія” (Autonomia) em Kharkiv, que oferece ajuda aos refugiados e migrantes das regiões devastadas pela guerra no Leste da Ucrânia. Ativistas e moradores da okupação repeliram o ataque nazista assim como os dois anteriores que tinham acontecido contra a okupação. O simples fato que sucedam os ataques contra um espaço autogestionado que foi criado pelos anarquistas da “Автономна Спілка Трудящих” (União de Trabalhadores Autônomos) e de outras iniciativas locais em um prédio abandonado e em ruínas desperta uma grande preocupação. [Read More]

Goiás (Brasil): as 3000 famílias do MST dominam o processo na ocupação Dom Tomás Balduíno

mst.goias_.dom_.tomas_1

Apesar da liminar de despejo, o contexto político favorece a formação de um novo assentamento na fazenda de um senador do Ceará.

Na madrugada do passado domingo, 31 de agosto, 3000 famílias do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) ocuparam a fazenda Santa Mônica, situada entre os municípios de Alexânia, Corumbá e Abadiânia. Trata-se dum dentre os 91 imóveis rurais que o candidato a governador do Ceará, Eunício Oliveira (PMDB), possui no estado de Goiás, 20.000 hectares de pouca produtividade, onde a maior atividade é a produção de gado. [Read More]

Testet (França): A floresta de Tarn começa a ser cortada para a construção de uma barragem, após um ano de resistência no local.

Testet_barrage_Sivens

A floresta de Tarn começa a ser cortada para a construção de uma barragem, após um ano de resistência no local. As defensoras e defensores da floresta pedem apoio urgente.

Ontem, dia 1 de setembro, a floresta de Tarn começou a ser cortada para a construção da barragem de Sivens. Desde outubro de 2013, uma parte da área ameaçada de destruição foi ocupada por pessoas que são contra o projeto. As moradoras e moradores, que ocuparam o local para proteger a floresta, chamam a área de ZAD do Testet (Zona à Defender do Testet)*.

A empresa que vai realizar as obras de destruição da floresta chegou ontem ao local para começar a cortar as árvores. Muitas pessoas se juntaram às moradoras da área para resistir ao começo das obras. As máquinas e as empregadas e empregados só puderam chegar ao local porque foram escoltadas por um grande aparato policial. As manifestantes tentaram impedir que as árvores começassem a ser cortadas, permanecendo no local. A polícia reprimiu violentamente com gás lacrimogêneo e balas de borracha. Desde o começo da ocupação ZAD do Testet houveram vários confrontos com a polícia, mas a repressão de ontem foi a mais violenta, como afirmam as resistentes no local. [Read More]

Rio de Janeiro (Brasil): Chamado internacional para ações de solidariedade axs presxs da Copa

2014-08_RioDeJaneiro_semanadesolidariedade

No dia 12 de julho, na véspera da final da Copa do Mundo, a Polícia do Rio de Janeiro prendeu 19 ativistas, sob a justificativa de que elxs teriam participado de atos “violentos” nas revoltas do ano passado e de que estariam planejando outras ações na manifestação da final da Copa do Mundo. No total cerca de 60 mandados de busca e apreensão e de prisão temporária foram expedidos contra pessoas acusadas de participar de movimentos sociais, os mandatos eram de 5 dias de prisão preventiva. Desses 60 mandados, 23 foram cumpridos, e 4 pessoas conseguiram escapar do sequestro da policia. [Read More]

Belo Horizonte (MG, Brasil) : Dilma e Aécio irão manchar suas mãos de sangue com o despejo de 8 mil famílias

10485280_307056639476620_8223722011072047929_n1

O Estado de Minas Gerais comunicou oficialmente, no dia 06 de agosto de 2014, que vai despejar 8.000 famílias das ocupações Vitória, Rosa Leão e Esperança, na região do Isidoro, em Belo Horizonte, com o uso de extrema força policial. Tal situação se configura o anúncio de um massacre, pois as famílias não tem para onde ir e estão dispostas a resistir e defender o seu direito à moradia e a sua dignidade. A Polícia Militar de Minas Gerais, por sua vez, dá claras mostras de que agirá com truculência e extrema violência na realização dessa ação, assim como tem agido em manifestações, como ocorreu no dia 24 de Julho, quando a cavalaria atacou o povo com espadadas. [Read More]

Hamburgo (Alemanha): Venha para o “Squatting Days 2014” !

2014-08_Hamburg_SquattingDays_Logo

De 27 a 31 de agosto 2014, faremos da okupação um tema de debate. Vamos compartilhar juntos nossas experiências, debater, tomar as ruas – e que comece a ação!

As razões para okupar são muitas e diversas: protestar contra o constante aumento dos aluguéis; evitar que se derrubem edifícios; atender a necessidade de estabelecer espaços anticomerciais e autogestionados; construir centros sociais para oferecer oficinas de arte, de bicicletas, de serigrafia, para viver, e um longo etc. [Read More]

Brasil: A Copa do Mundo que a mídia não mostrou

ACopaQueAMidiaNaoMostrou

Desde o início da Copa do Mundo, grande número de liberdades e direitos fundamentais é violado cotidianamente no Brasil, com uma intensidade que não deixa de remeter aos anos sombrios da ditadura militar no país. Esse texto se presta a tentar quebrar o silêncio das mídias nacional e internacional sobre o desrespeito aos direitos humanos em decorrência da realização do mega-evento, colocada em prática pelo governo através da polícia militar em proveito de interesses privados.

[Read More]

Dublin (Irlanda): Convergência internacional de ocupantes

2014-09_Dublin_squattersconvergence

CONVERGÊNCIA INTERNACIONAL DE OCUPANTES
DUBLIN – EM SETEMBRO, DE 25 A 28 DE 2014.

BATE-PAPOS, OFICINAS, COMIDA VEGAN, MÚSICA, E MUITO MAIS.

Quem disse que não se pode ocupar na Irlanda? Nos últimos anos floresceu uma comunidade de ocupas na Irlanda e gostaríamos que compartilhassem suas histórias e conhecimentos sobre suas ocupações.

Preparem-se para um fim de semana cheio de oficinas, concertos, filmes, redes de conhecimento, alimentação vegana, planejamento e talvez a derrocada do Estado… para celebrar um mundo cheio de belas casas, lugares que estão tragicamente vazios. [Read More]